Catedral Viagens

Central de atendimento:

(19) 3294-0077

- de seg. à sex. das 9h às 18h e sáb. das 9h às 12h

valor do câmbio (22/06/2018) - Dólar R$3,96 | Euro €4,60

Últimas Vagas! Roteiro de Portugal & Santuário de Fátima com o Pe. Oswaldo Gonçalves Pereira

Roteiro de Portugal & Santuário de Fátima com o Pe. Oswaldo Gonçalves Pereira

Valor do Roteiro

Entrada de R$ 2.740 + 9 x de R$ 1.218 (no cartão ou cheque) Garanta já a sua Reserva!

Para apartamento individual há o suplemento de R$ 1.464.  Passageiros a partir de 70 anos: Adicional de R$ 100 referente a seguro viagem.

Compartilhar Versão para Impressão

DIREÇÃO ESPIRITUAL DESTE ROTEIRO

DIREÇÃO ESPIRITUAL DESTE ROTEIRO

Pe. Oswaldo Pereira

Padre Oswaldo Gonçalves Pereira nasceu dia 05/07/1963, foi ordenado em 05/01/1989.
Pároco da Paróquia São Sebastião na cidade de Araraquara/SP - Diocese: São Carlos

LUGARES QUE VISITAREMOS

Lisboa

Os sons vão do melancólico fado ao delicioso (e por vezes ininteligível) sotaque. Os aromas que vêm de confeitarias e restaurantes despertam a gula. Esparramada pelas colinas que ladeiam o lendário Rio Tejo, Lisboa tem telhados vermelhos e azulejos coloridos. Becos e ruelas guardam preciosidades de um rico passado. O nosso próprio passado. Há templos como o Mosteiro dos Jerônimos e museus antigos como o do Carmo e o Calouste Gulbenkian. Sim, o fado, o bacalhau e a Torre de Belém sempre devem fazer parte do roteiro, mas a Lisboa do século 21 reserva aos seus visitantes belas surpresas como o Centro Cultural de Belém, o extraordinário Oceanário, o MUDE, Museu do Design e da Moda, e restaurantes e hotéis descolados. Prepare as pernas para andar bastante por uma topografia íngreme. Mas, roubando uma frase de Fernando Pessoa, tudo vale a pena se o prêmio é conhecer essa cidade que é capital do país desde 1255, sobreviveu a um terremoto devastador em 1755 e hoje é um cenário ancestral pronto para ser explorado por quem não tem preguiça de andar.

Fátima

Em 1917, três crianças pastoras — Lúcia de Jesus, Francisco Marto e Jacinta Marto — testemunharam uma suposta série de aparições da Virgem Maria. Cercados inicialmente de descrença por parte da população e da própria igreja católica, fenômenos naturais ocorridos durante um dos eventos fez muitos mudarem de ideia. Hoje a pequena cidade de Fátima, o mais importante santuário católico de Portugal, atrai anualmente cerca de 4 milhões de peregrinos. Boa parte desta grande popularidade veio da força do culto mariano, rejuvenecido no século 20, e também de sua adoração por parte do papa João Paulo II. O santo padre polonês, guardião dos três mistérios revelados pela Virgem às crianças, visitou Fátima por três vezes e beatificou duas das crianças — os irmãos Francisco e Jacinta — em 13 de Maio de 2000, aniversário da primeira aparição. Lúcia, prima dos outros dois pastorinhos e falecida em 2005, teve seu processo de beatificação iniciado em 2008. O principal centro de peregrinação da cidade é a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, consagrada em 1953. Por sua ampla praça principal chegam milhares de fiéis, muitos percorrendo o caminho final de joelhos ou prostrados. Muitos fazem vigílias noturnas, rezando o terço a luz de velas, em datas comemorativas e relembrando as datas das aparições. Os dias 13, e principalmente os de maio e outubro, costumam lotar a cidade de pessoas.

Porto

O Porto não tem a luz nem as cores de Lisboa. É uma cidade coberta de granito, quase sempre cinza. Mesmo assim, apaixonante, logo à primeira vista. Essa primeira vista é a que se tem quando o carro, comboio ou ônibus passa por cima do Rio Douro, revelando o casario da Ribeira arrumado na suave colina. A cidade deu nome a um dos mais cobiçados vinhos do planeta, o adocicado e aromático vinho do Porto. E enriqueceu graças ao comércio da bebida. Ganhou, no século 17, o apelido de Invicta, pois apoiou heroicamente D. Pedro IV na sua luta contra os absolutistas. Até hoje, os portuenses se orgulham desse e de outros feitos, como o de 1415, quando, para a conquista de Ceuta, doaram toda a carne de qualidade para a Armada, ficando apenas com as tripas dos animais. Assim surgiu a alcunha “tripeiros”, além de um dos pratos mais típicos: as tripas à moda do Porto. Os tripeiros vivem em rixa com os alfacinhas (de Lisboa), tal como os paulistas e cariocas. Difícil é escolher entre Lisboa e Porto, a cidade maravilhosa. Ambas são de enfeitiçar.

Alcobaça

Alcobaça já existia desde o tempo dos romanos. Seu nome atual, como praticamente todos iniciados por “al”, foi dado pelos árabes, que ocuparam a região durante séculos. A história da cidade é interessante: o rei Afonso Henriques prometeu que, se conseguisse expulsar os árabes de Santarém, construiria uma igreja para os monges cisternenses em Alcobaça. Vitorioso, o rei cumpriu sua promessa. No começo do século XIV, Dom Dinis iniciou as obras do claustro gótico do monumental mosteiro. Com a construção do mosteiro, incentivada pelos monges, Alcobaça desenvolveu-se e tornou-se um dos polos da produção agrícola regional. O complexo de Alcobaça, classificado pela Unesco como patrimônio da humanidade, é formado pela igreja, a primeira em Portugal toda em estilo gótico e o maior templo católico do país. Absolutamente imperdível é o Claustro de Dom Dinis, do século XIV. Em torno dele ficavam as dependências usadas pelos monges: a sala do capítulo, o refeitório, a sala dos monges, o dormitório e o parlatório. A antiga cozinha, contemporânea aos demais cômodos medievais, não existe mais. A que você conhecerá é do século XVIII.

Aljustrel

Aljustrel fica na região de Fátima, distrito de Santarém, em Portugal. Fica há 2 km da Cova da Iria, onde ocorreram as principais aparições da Santíssima Virgem Maria e onde se ergue o Santuário de Fátima. É conhecido por se tratar do lugar de origem dos três pastorinhos, Lúcia dos Santos e seus primos Francisco e Jacinta Marto, videntes das aparições de Fátima. Por esse motivo, é lugar de bastante turismo, sobretudo de peregrinos que se dirigem ao Santuário de Fátima e que, durante a sua estadia, aproveitam para conhecer o contexto original das aparições de 1916 e 1917, a origem e vida dos pastorinhos e de suas famílias. É possível visitar, em Aljustrel, as casas onde nasceram os videntes, bem como uma casa-museu e um museu etnográfico.

Óbidos

A história da antiga Oppidum, como Óbidos era chamada, remonta a um período anterior a Cristo e por lá passaram romanos, mouros e visigodos. Posteriormente, a cidade ficou conhecida como o “presente das rainhas”, pois ela fazia parte do dote de muitas delas, como da Rainha Santa Isabel, Filipa de Lencastre, Urraca de Castela, Leonor de Aragão e Leonor de Portugal. A principal atração da cidade é o Castelo de Óbidos, construção do século XIII, que é uma das Sete Maravilhas de Portugal. A entrada da cidadela já é uma atração, pois para alcançar o interior das muralhas é preciso atravessar a “Porta da Vila”, datada do século XVII e toda revestida por azulejos brancos e azuis, cujos desenhos têm como temática a paixão de Cristo. Uma vez lá dentro, você pode seguir pela rua Direita, que leva ao Castelo, mas que antes passa por várias igrejas, capelas, lojinhas e todo o casario típico de Óbidos, com seus detalhes em azul e amarelo. Em algum momento dessa caminhada você encontrará a Igreja de Santa Maria, a matriz da cidade. Foi nessa igreja que, em 1444, casaram-se Afonso V e sua prima Isabel, um com 10 e o outro com 8 anos de idade. Ao lado está o Museu Municipal. Antes de ir embora, não deixe de experimentar a ginginha, bebida típica feita a partir da ginja, um tipo de cereja, servida em um copinho de chocolate.

Tomar

Tomar fica em uma região habitada desde o período neolítico, como comprovam vestígios de aldeias pré-históricas encontrados nas proximidades da cidade. Muitos séculos depois tornou-se cidade romana, tendo sido ocupada pelos visigodos e mais tarde pelos árabes antes de ser recuperada pelos cristãos durante a Reconquista. Tomar pertence a região turística “Lisboa a Região”.

Clique nos botões para saber sobre as informações turísticas :)

O que Inclui

Passagens aéreas

São Paulo / Lisboa / São Paulo – TAP em classe econômica

Hospedagem

categoria turística superior

Traslado privativo

na chegada e na partida

Meia pensão

Café da manhã e jantar no hotel

Ônibus de turismo

equipado com as mais modernas instalações

Guia especializado

falando português

Guia acompanhante

desde o Brasil

Auriculares

para alguns passeios

Ingressos

para os castelos, museus, monumentos e igrejas

Missas

Celebrações eucarísticas em locais sagrado

Carregador de malas

uma por pessoa

Gorjetas

para guia e motorista

Kit do Peregrino

O que não Inclui

- Almoços - Bebidas - Tudo que não estiver especificado no item "Incluído”.

Roteiro Dia a Dia

1º Dia 03 SET (Seg)

SÃO PAULO / LISBOA (avião)

Apresentação no aeroporto de Guarulhos para embarque no voo com destino a Lisboa.

Jantar e pernoite a bordo.

2º Dia 04 SET (Ter)

LISBOA / FÁTIMA (avião + ônibus 120km)

Chegada a Lisboa, recepção e traslado para Fátima.

Check in no hotel – tempo livre para descanso.

O Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima (mais conhecido, simplesmente, por Santuário de Fátima), localizado na Cova da Iria, freguesia de Fátima, é um dos mais importantes santuários marianos do mundo.

Em 1917 (ano da revolução soviética), Jacinta Marto, Francisco Marto e Lúcia dos Santos (conhecidos por “os três pastorinhos”), dizem ter presenciado seis aparições de Nossa Senhora nos dias 13, de Maio a Outubro, tendo em Agosto acontecido no dia 19. No essencial da mensagem, Nossa Senhora teria pedido que se rezasse o terço todos os dias, conversão, e penitência. Numa dessas aparições, a Virgem Maria pediu para construírem uma capela naquele lugar, que atualmente é a parte central do Santuário onde está guardada uma imagem de Nossa Senhora.

• Visita ao Santuário

• Celebração da Eucaristia

• Jantar no hotel

• Terço internacional

• Procissão das velas

3º Dia 05 SET (Qua)

FÁTIMA / ALJUSTREL / TOMAR / FÁTIMA (ônibus 62 km)

Café da manhã.

Vamos visitar ALJUSTREL, a 2 km de Fátima, foi nesta localidade que nasceram Lúcia, Jacinta e Francisco, os pastorinhos a quem Nossa Senhora apareceu no decorrer do ano de 1917. Hoje, Aljustrel é um marco vivo e histórico da cidade de Fátima. LOCA DO ANJO: Onde as crianças receberam a primeira e terceira visitas do “Anjo da Paz” (Primavera e Outono de 1916). VIA-SACRA E CALVÁRIO: A Via-Sacra é composta de 14 capelinhas em memória da Paixão do Senhor e uma 15ª correspondente à Ressurreição. – Onde as crianças receberam a primeira e terceira visitas do “Anjo da Paz” (Primavera e Outono de 1916)… O POÇO DOS PASTORINHOS: Ao fundo do quintal da casa de Lúcia, o poço, onde o “Anjo da Paz”, “Anjo de Portugal”, apareceu pela segunda vez (Verão de 1916).

TOMAR, cidade dos Templários, da Festa dos Tabuleiros, do Convento de Cristo, do seu jardim, aqui já existiram as cidades romanas de “Nabantia” e “Sellium”.

Conquistada ao Mouros em 1147 pelo primeiro Rei Português, D. Afonso Henriques, foi então doada aos Templários em 1159. Patrimônio de Tomar é riquíssimo, destacando-se monumentos como a Igreja de São João Batista do século XV; as Igrejas de Nossa Senhora da Conceição (século XVI) e a de Santa Maria dos Olivais, de origens no século XIII, em tempos matriz de todas as igrejas dos domínios portugueses na África, na Ásia e na América; os Conventos de Santa Iria (onde diz a lenda foi martirizada a Santa Iria) e o de São Francisco do século XVII; a Ermida de São Gregório do século XVI; ou o importante Aqueduto dos Pegões construído no século XVI para abastecer o Convento de Cristo. VISITA AO CASTELO MEDIEVAL de Tomar, no Ribatejo, localiza-se na freguesia de São João Batista, na cidade e concelho de Tomar, distrito de Santarém, em Portugal.

CASTELO TEMPLÁRIO na margem direita do rio Nabão, integrou, à época da Reconquista, a chamada Linha do Tejo, juntamente com outros na região que lhe acompanham o estilo: os de Almourol, Idanha, Monsanto, Pombal e Zêzere. Final do dia retorno à Fátima – celebração da Eucaristia.

• Jantar no hotel

• Terço internacional

• Procissão das velas

4º Dia 06 SET (Qui)

FÁTIMA / BATALHA / ALCOBAÇA / NAZARÉ / FÁTIMA (ônibus 120 km)

Café da manhã.

Saída para visitas:

BATALHA – vila portuguesa no distrito de Leiria fundada pelo rei D. João I, juntamente com o Mosteiro de Santa Maria da Vitória, para agradecer o suposto auxílio divino concedido na vitória da batalha de Aljubarrota (14 de Agosto 1385). No dia 18 de Março de 1500 através do documento (Carta da Vila) d’el Rei D: Manuel foi criada a Vila da Batalha.

ALCOBAÇA – Ocupando um ponto privilegiado na confluência dos rios Alcoa e Baça, imponente no tamanho, austero em sua serenidade e incrivelmente belo nos detalhes, o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça é considerado Patrimônio Histórico pela Unesco e é visita obrigatória.

NAZARÉ – Na própria região da Nazaré, uma das mais belas vistas para o mar tem-se para visitar o Santuário de Nossa Senhora da Nazaré e a Capela de Nossa Senhora da Nazaré (ou Ermida da Memória). Reza a lenda que no ano de 1182, um cavaleiro de origem nobre de nome D. Fuas Roupinho, de Porto de Mós, cavalgava atrás de um cervo, quando este animal dirigiu-se para uma falésia. Então D. Fuas, no meio do nevoeiro, deu-se conta de estar à beira do precipício, em perigo de morte; e estando ao lado de uma gruta na qual se venerava uma imagem de Nossa Senhora, bradou: Senhora, Valei-me!. Milagrosamente, o cavalo de D. Fuas, estacou, ficando suas patas nas rochas, salvando-se assim o nobre cavaleiro. Após o ocorrido, D. fuas ergueu no local uma capela, como forma de agradecimento; a capela da memória, que logo virou ponto de peregrinação de fiéis. Celebração da Eucaristia. Retorno à Fátima.

• Jantar no hotel.

5º Dia 07 SET (Sex)

FÁTIMA / ÓBIDOS / LISBOA (ônibus 120 km)

Café da manhã.

Check out no hotel e saída para Lisboa com visita à ÓBIDOS– A história da antiga Oppidum, como Óbidos era chamada, remonta a um período anterior a Cristo e por lá passaram romanos, mouros e visigodos. Posteriormente, a cidade ficou conhecida como o “presente das rainhas”, pois ela fazia parte do dote de muitas delas, como da Rainha Santa Isabel, Filipa de Lencastre, Urraca de Castela, Leonor de Aragão e Leonor de Portugal. A principal atração da cidade é o Castelo de Óbidos, construção do século XIII, que é uma das Sete Maravilhas de Portugal. A entrada da cidadela já é uma atração, pois para alcançar o interior das muralhas é preciso atravessar a “Porta da Vila”, datada do século XVII e toda revestida por azulejos brancos e azuis, cujos desenhos têm como temática a paixão de Cristo. Uma vez lá dentro, você pode seguir pela rua Direita, que leva ao Castelo, mas que antes passa por várias igrejas, capelas, lojinhas e todo o casario típico de Óbidos, com seus detalhes em azul e amarelo. Em algum momento dessa caminhada você encontrará a Igreja de Santa Maria, a matriz da cidade. Foi nessa igreja que, em 1444, casaram-se Afonso V e sua prima Isabel, um com 10 e o outro com 8 anos de idade. Ao lado está o Museu Municipal. Antes de ir embora, não deixe de experimentar a ginginha, bebida típica feita a partir da ginja, um tipo de cereja, servida em um copinho de chocolate. Continuação à Lisboa – hospedagem.

• Jantar no hotel.

6º Dia 08 SET (Sáb)

LISBOA

Café da manhã.

City tour de um dia inteiro. Belém, Fábrica dos Pastéis de Belém é um dos doces mais famosos de Portugal, também conhecido como pastel de nata. Seguimos o nosso city tour para o Mostéiros dos Jerônimos, mosteiro de estilo manuelino, testemunho monumental da riqueza dos descobrimentos portugueses. Visita ao Túmulo de Vasco da Gama e de Luis de Camões. Visita à Torre de Belém e Padrão dos Descobrimentos. A Torre de Belém foi construída estrategicamente na margem norte do rio Tejo, entre 1514 e 1520, para defesa da barra de Lisboa, é uma das joias da arquitetura do reinado de D. Manuel I. O padrão dos Descobrimentos foi erguido inicialmente em 1941 para a exposição do mundo Português. Travessia da Ponte 25 de Abril e visita ao Cristo Rei. O Santuário do Cristo Rei é um dos ex-libris de Lisboa. A ideia da sua construção surgiu em Setembro de 1934, depois do Cardeal Cerejeira, Patriarca de Lisboa visitar o Monumento erguido a Cristo no alto do Corcovado, no o Rio de Janeiro. Visita panorâmica ao Castelo de S. Jorge, considerado o monumento mais emblemático da cidade de Lisboa, o Castelo de S. Jorge é um testemunho relevante de momentos ímpares da história de Lisboa e de Portugal. Conquistado aos Mouros pelo primeiro Rei de Portugal D. Afonso Henriques. Visitas aos miradouros St Luzia, Nossa senhora do Monte e Portas do Sol. Conheça Lisboa e as suas colinas através das belas vistas proporcionadas por estes miradouros. O Parque Eduardo VII é o maior parque do centro de Lisboa. Foi batizado em 1903 em honra de Eduardo VII, monarca do Reino Unido, que havia visitado Lisboa no ano anterior – Celebração da Eucaristia.

• Jantar no hotel.

7º Dia 09 SET (Dom)

LISBOA

Café da manhã e dia livre para compras, fotografias, etc…

• Jantar no hotel.

8º Dia 10 SET (Dom)

LISBOA / SÃO PAULO

Café da manha, check out no hotel e traslado para o aeroporto. Embarque com destino ao São Paulo.

9º Dia 11 SET (TER)

SÃO PAULO

Chegada. Tempo livre para compras no free Shop, e fim de nossa viagem.!!!!

Vôos Previstos

N. Voo Data Partida / Chegada Horário
  TP 088 03/set São Paulo (GRU) / Lisboa  21h40/09h50
TP 087 10/set Lisboa / São Paulo (GRU)  23h20/10h10

Hotéis Previstos

Hotéis categoria turística superior nas cidades de:

Fátima e Lisboa

Garanta já a sua Reserva

Nossas Lojas

Aparecida, SP – Filial

(12) 3104-3995
atendimento.apa@catedralviagens.com.br

Campinas, SP – Matriz

(19) 3294-0077
atendimento@catedralviagens.com.br

Campo Grande, MS – Filial

(67) 3222-9205
telma@catedralviagens.com.br

São Carlos, SP – Filial

(16) 3413-4908
saocarlos@catedralviagens.com.br

Nossos Representantes

São Paulo, SP

(11) 3731-7249 ricardo@catedralviagens.com.br

São Bernando do Campo, SP

(11) 2534-9177 hamilton@catedralviagens.com.br

Marília, SP

(14) 3367-2305 janaina@catedralviagens.com.br

Maceió, AL

(82) 9108-4681 maceio@catedralviagens.com.br