fbpx

Catedral Viagens

Central de atendimento:

(19) 3294-0077

- de seg. à sex. das 9h às 18h e sáb. das 9h às 12h

valor do câmbio (22/10/2019) - Dólar R$4,27 | Euro €4,78

Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Fim de semana muito abençoado

Notícias › 11/10/2019

Estamos às vésperas de um fim de semana muito abençoado para nós brasileiros. Amanhã, dia 12, iremos celebrar a festa da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Neste dia, em especial, o olhar dos devotos se volta para o Santuário Nacional, pois é este o lugar sagrado, a Casa da Mãe Aparecida. Mesmo que haja expressões devocionais em outros cantos do país, Aparecida, no interior de São Paulo, é a terra da padroeira, destino para quem, ao celebrar Nossa Senhora Aparecida, sente-se escolhido e enviado em missão. Qual missão? Ora, os sinais proféticos relacionados ao aparecimento da imagem inspiram-nos a sermos a pátria do Evangelho.

Já no dia 13, número marcante na biografia de Irmã Dulce, a conhecida “anjo bom da Bahia” será canonizada pelo Papa Francisco e passará a ser chamada de Santa Dulce dos Pobres. Ouvimos falar muito dela ao longo da semana aqui pela Rede Aparecida e tantos outros canais de comunicação também repercutem este importante momento religioso católico para a Bahia e, claro, para o Brasil. A história de Irmã Dulce mostra uma pessoa ao lado do irmão menos favorecido e promovendo a dignidade dele, sem fazer dessa ação uma promoção pessoal. Pedimos a intercessão de Santa Dulce dos Pobres, junto a Deus, para sermos criativos, ousados, respeitosos, amáveis, missionários e, sobretudo, devotados a esta nação tão machucada por corrupção, intolerância. Precisamos ser sal e luz nesta terra. Ser apenas alto falante moralista não gera transformação. É urgente um diálogo franco e honesto. Santa Dulce dos Pobres, rogai por nós.

E ainda no dia 13 de outubro, em Belém, no norte do Brasil, se festeja o Círio de Nazaré, considerada a maior manifestação cristã do Brasil, reunindo mais de dois milhões de fiéis em uma só manhã. Esta magnífica festa de Nossa Senhora de Nazaré reúne devotos e curiosos das mais diversas regiões do país e também do mundo. Diz o Correio Brasiliense: “por onde se olha, a santa dos paraenses está depositando seu olhar de ternura em quem vive na cidade ou está de visita. Só indo mesmo ao Pará, visitar o Círio de Nazaré para entender toda a devoção do povo paraense. Estar diante da imagem de Nossa Senhora das florestas, dos rios e dos igarapés é sentir-se tocado por um amor incondicional que tem o poder de cura”. São tantos sinais de Deus neste fim de semana singular… Sintamo-nos saciados da graça redentora!

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.